Governo lança programa com auxílio mensal de R$ 100 para grávidas e famílias pobres com crianças

0

Nasce um novo tempo para a primeira infância em Alagoas. Com o lançamento do Cartão CRIA, durante evento realizado na manhã desta segunda-feira (1), no Centro Cultural e de Exposições de Alagoas, em Maceió, o Governo do Estado estima beneficiar até 180 mil famílias com gestantes, bebês e crianças até 5 anos de idade – incluindo as portadoras da síndrome congênita por Zika vírus até 6 anos de idade – que vivem na pobreza ou extrema pobreza com um auxílio financeiro de R$ 100 mensais.

O benefício pago mensalmente deve ser destinado à aquisição de alimentos para assegurar a melhoria da qualidade nutricional do público-alvo. Até meados de fevereiro, as primeiras 9 mil famílias cadastradas já devem receber a primeira parcela do benefício.

“A única maneira eficiente e justa de o poder público promover o desenvolvimento econômico-social de um povo é começando pela infância, mirando prioritariamente na parcela que vive em extrema pobreza. Este é o espírito do CRIA”, assinalou Renata Calheiros, primeira-dama e coordenadora estadual do Programa Criança Alagoana. “É um novo olhar, diferenciado e confiante, para aqueles que mais necessitam. É a mão do Estado estendida para os pequenos – desde a gestação até os cinco primeiros anos de vida. Portanto, essa mãe também é parte do programa e deve receber tanta atenção quanto a vida que está gerando”, complementou, ao discursar ao lado do governador Renan Filho.

Na ocasião, estiveram presentes políticos, autoridades e secretários de Estado, além de prefeitas e prefeitos de diversos municípios alagoanos. Em sua fala, o governador Renan Filho ressaltou a importância da parceria com as prefeituras para que o programa CRIA chegue aos 102 municípios de Alagoas. “O Estado investe por um lado e os municípios devem contribuir por outro. Quando voltarem para as suas cidades, reúnam as suas equipes e mãos à obra. Vamos atrás dessas crianças para a gente distribuir o Cartão CRIA”, disse Renan Filho.

Política pública

No começo da gestão, em 2015, o Governo do Estado elencou os investimentos para a primeira infância como estratégicos. Três anos depois, o Programa CRIA – Criança Alagoana foi instituído como a Lei Estadual nº 7.695. Pensar no futuro e cuidar do presente das alagoanas e dos alagoanos menos favorecidos se tornou política pública.

Baseada em conceitos e práticas intersetoriais e multidisciplinares, a iniciativa congrega uma série de protocolos, ações e realizações que envolvem e interligam as áreas da Saúde, Educação, Assistência Social e Desenvolvimento com o objetivo de aprimorar os cuidados para gestantes, bebês e crianças até 6 anos de idade que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica.

Ao implementar o programa, o governador Renan Filho respondeu tanto a uma evidência científica quanto a um dever constitucional: a primeira infância é o período mais sensível para o desenvolvimento do ser humano. Momento crucial para estimular a capacidade cognitiva, o aprendizado e a memória, além de determinante no despertar das emoções. “Quanto melhor criada é uma criança, melhor adulto ela será. Quanto mais assistência uma família puder ter, mais produtiva será essa criança”, finalizou o governador.

Fonte: Alagoas 24 Horas.

Deixe um comentário:

Please enter your comment!
Please enter your name here