CASA DO PATRIMÔNIO DE PENEDO

0

A Casa do Patrimônio de Penedo abriga a exposição permanente da história da cidade entre o período de 1850 a 1950. Na exposição, aberta ao público, a comunidade pode participar co-criando, através de depoimentos em vídeo, fotos e textos registrando suas memórias e impressões sobre Penedo. Um espaço contemporâneo dedicado a uma das cidades mais antigas e bonitas do Brasil.

Trata-se de um belo exemplar da arquitetura Colonial, que como diversas edificações do Centro Histórico, passou por modificações em suas fachadas, absorvendo elementos Neoclássicos.

Seu andar superior, apresenta o núcleo original todo em taipa, onde é possível ver em alguns pontos que existe pintura artística sob a tinta atual. A escada que dá acesso ao pavimento superior é em madeira, bem como todo o piso superior.

A edificação possui um avarandado, construído em um período posterior, onde é percebida a utilização do concreto em suas colunas. Parte do avarandado e um terraço descoberto, bem como alguns cômodos, como copa, despensa, serviço e banheiro formam, juntamente com o correspondente pavimento inferior, uma fachada distinta do núcleo original, da qual se distingue nas alturas, bem como nas aberturas.

As Casas do Patrimônio constituem-se, essencialmente, em um projeto pedagógico e de educação patrimonial. É o primeiro passo para transformar as sedes das representações regionais ,os escritórios técnicos do Iphan, e instituições da sociedade civil em polos de referência local e regional para qualificar e atender a população residente, estudantes, professores, turistas em uma perspectiva de diálogo e reflexão, no sentido de participarem da construção coletiva dessa nova postura institucional. Trata-se de conferir transparência e ampliar os mecanismos de gestão da preservação do patrimônio cultural, apoiando-se principalmente em ações educacionais, em parceria com escolas, instituições educativas formais e informais e demais segmentos sociais e econômicos.

A proposta se fundamenta na necessidade de estabelecer novas formas de relacionamento do Iphan com a sociedade e com o poder público em suas diferentes instâncias. Além de informar e dialogar sobre as atividades e rotinas administrativas da instituição, devem ser enfatizadas as ações de qualificação e capacitação de agentes públicos e da sociedade civil e de promoção do patrimônio cultural como um dos pilares do desenvolvimento sustentável, capaz de gerar renda e oportunidades econômicas para a população.

Portanto, o projeto das Casas do Patrimônio do IPHAN tem como objetivo criar um espaço de interlocução, articulação institucional e promoção de ações educativas com a comunidade local.

 

Deixe um comentário:

Please enter your comment!
Please enter your name here